A arte de identificar as plantas

Eh arte porque eh falha. Se fosse um metodo exato deixaria de ser arte pra se tornar ciencia.

O artificio de se identificar plantas eh antigo e comum entre todas as comunidades. Antes mesmo dos pre-historicos descerem das arvores, eles ja o praticavam. Consiste basicamente na observaçao e na sensibilizaçao dos sentidos perante elas.

As plantas raramente tem mau cheiro. Exceto quando estao padecendo de algo. Ou seja, estarem com doença, infestadas por fungos ou por qualquer microrganismo nocivo. Exceçao tambem pras plantas toxicas que podem exalar algo estranho.

Por regra, as plantas agradam a todos os sentidos. Sao bonitas, cheirosas e as vezes gostosas. O som do balançar das copas das arvores eh tranquilizante. A textura de suas folhas e caules geralmente agrada ao tato.

Processos

Alecrim (Rosmarinus officinalis) na garrafa pet e Alfazema (Lavandula officinalis) no vaso preto

Como distinguir entre a) uma mangueira dum alecrim?, ou mais dificil, b) um alecrim duma alfazema?

Em "a", a primeira planta eh uma arvore de medio porte e a segunda um arbusto.

Em "b", ambos sao arbustos e ficara mais facil distinguir quando uma das plantas florir, ja que a flor da alfazema tem um cheiro amplamente disseminado pela industria e consequentemente a identificaçao de ambas podera ser feita pelo processo de exclusao. Outras coisas a se comparar: 1) coloraçao mais prateada das folhas da alfazema quando a planta fica mais desenvolvida; 2) cheiro bem tipico das folhas do alecrim, muito mais acentuado que das folhas da alfazema.

Nessas duas situaçoes, "a" (comparar mangueira com alecrim) e "b" (comparar alecrim com alfazema), foram usados os processos de exclusao por: absurdo, floraçao, aroma (das flores e folhas) e coloraçao das folhas.

Processos de observaçao

  1. Caracteristica marcante
    • Observar aquilo que mais chama atençao na planta. Exs.: o caule cor de marfim do Pau-ferro; a copa em forma de taça da Auracaria; etc.
  2. Semelhança com alguma planta-icone da familia. Ex.: abacaxi eh a planta-simbolo das bromelias.
  3. Excluir por absurdo.
  4. Tentar imaginar (ou desenhar) uma silhueta rustica/rudimentar da planta. Ex.: folha do platano (que aparece na bandeira do Canada).
  5. Observar o habitat tipico das plantas. Ex.: sabe-se que onde nasce naturalmente buriti tem agua; ou seja, se plantas que parecem buritis estao em terrenos alagados, entao eh grande a chance que sejam realmente buritis silvestres.

O que observar nas plantas

  1. Tipo (arvore x arbusto x liana x trepadeira x rastejante)
  2. Porte (tamanho geral, inclusive copa em caso de arvores)
  3. Partes (caules, folhas, flores, raizes, rizomas, sementes, frutos, espinhos, penugens)
    • Cor
    • Formato
    • Silhueta
    • Textura, cerosidade
    • Abundancia (flores numerosas, por exemplo)
    • Cheiro
    • Sabor (paladar)
    • Toxidade, urticancia
    • Suculencia
    • Frutificaçao (monocarpica x policarpica)
    • Nervura das folhas
    • Tipo de:
      • folhas (simples x compostas)
      • flores (solitaria x inflorescencia)
      • frutos (baga x drupa x sincarpo x capsula x legume x vagem x samara x foliculo)
      • raizes (principal x bulbo x tuberculo x cormo)
    • Habitat (terrestre x aquatico x ribeirinho/ripicolo x umido/brejo x arido x parasitario)
  4. Iluminaçao (Sol pleno x sombra)
  5. Ciclo (perene x sazonal)
  6. Grau de endemismo