Glossario sobre a flora

Banco de sementes

Alem da terra, o solo abriga diversos materiais, entre eles as sementes vivas dum vasto numero de especies. Muitas dessas sementes encontram-se em fase de dormencia e so serao ativadas em condiçoes propicias a vida daquelas especies.

Mais

Cipo

Trepadeira lenhosa.

Mais

Dormencia

Algumas especies produzem uma semente cujo embriao encontra-se dormente. Ele so podera ser germinado em condiçoes especificas daquela especie (em termos de umidade, temperatura, pH do solo, etc). Ocorre a chamada quebra de dormencia quando se provoca artificialmente a sua germinaçao (deixando a semente de molho em agua morna, fazendo ranhuras na semente, entre outros artificios).

Mais

Dossel

Nas densas florestas tropicais, as copas das arvores gigantescas se encostam umas nas outras. Essa uniao de copas entao forma o dossel, ou seja, o teto da floresta.

Mais

Endemismo

Especies endemicas sao aquelas totalmente dependentes ao habitat nativo. Ou seja, sob condiçoes silvestres elas nao conseguem se perpetuar em habitats estrangeiros. Apenas sobrevivem em habitats nao nativos atraves de cultivo realizado pelo homem. Portanto sao muito vulneraveis a extinçao.

Fatores que colaboram pro endemismo: dormencia, temperatura, iluminaçao (Sol pleno, meia sombra, etc), umidade, vetores de polinizaçao, solo, entre outros. Locais isolados, como ilhas, tambem produzem muitas plantas endemicas.

Por serem tao dependentes do local de origem, especies endemicas acabam sendo exclusivas de tais locais. A decorrencia disso eh que a expressao "planta endemica" vira sinonimo pra "planta exclusiva" de determinado habitat.

Mais

Fotossintese

Produçao de energia atraves de raios solares. Nos vegetais eh realizada pelas suas partes verdes (folhas principalmente). Eles absorvem dioxido de carbono (CO2) e agua (H2O) e durante a fotossintese produzem glicose (substancia carbonica altamente energetica, essencial pra vida dos seres vivos) e oxigenio. A glicose produzida ira compor a seiva (ou talvez ser armazenada em raizes ou caules ou sementes), ja o oxigenio sera liberado pra atmosfera. A fotossintese eh portanto um processo pra transformar energia solar em energia quimica.

Mais

Grupos de sucessao

Pioneiros, secundarios e climacicos. As florestas se desenvolvem em estagios num processo conhecido por sucessao ecologica. E por sua vez, as especies de plantas sao agrupadas em grupos de sucessao de acordo com o papel ecologico que exercem em cada um de tais estagios de desenvolvimento florestal.

Mais

Inflorescencia

Conjunto delimitado de flores em um ramo (ou num sistema de ramos) duma planta. A inflorescencia mais facilmente identificavel eh aquela cujo conjunto de flores se forma no topo duma longa haste.

Mais

Liana

Trepadeira lenhosa. Sinonimo de cipo.

Mais

Mata ciliar

As matas que margeiam os rios sao chamadas de ciliares. Sem uma vegetaçao em suas margens, os rios ficam vulneraveis a lamas levadas por enxurradas. Entao, da mesma forma que os cilios protegem os olhos, essas matas ajudam a proteger os rios contra assoreamentos (acumulos de areias e detritos no fundo dos rios que potencializam enchentes).

Mais

Nativa x endemica x naturalizada x cultivada

Uma planta quanto a origem pode ser:

  • Nativa → originou-se em determinado local, ex.: Caryocar brasiliense (Pequi);
  • Endemica → nativa, exclusiva e totalmente dependente (em regime silvestre) do local de origem (entrara em extinçao caso seu habitat nativo seja destruido), ex.: Plinia cauliflora (Jabuticaba);
  • Naturalizada → nao nativa de determinado local mas que consegue se perpetuar nele em condiçoes silvestres, ex.: Psidium guajava (Goiaba);
  • Cultivada → nao nativa de determinado local e que so sobrevive nele atraves de cultivo realizado pelo homem, ex.: Tamarindus indica (Tamarindo).

Fonte confiavel pra saber a origem de uma planta: Lista de Especies da Flora do Brasil - Jardim Botanico do Rio de Janeiro.

Mais

Plantula

Planta recem-germinada duma semente. A diferença pra brotos eh que um broto eh um recem-nascido duma planta adulta. Agora se a brotaçao for induzida artificialmente (atraves de enxertia, estaquia, mergulhia, alporquia) trata-se entao duma muda.

Mais

Propagaçao vegetativa

No reino vegetal ha reproduçao sexuada (por sementes) e tambem assexuada (por orgaos vegetativos, ou seja, folha, caule, raiz). A propagaçao vegetativa eh uma reproduçao assexuada. Eh muito empregada pra se referir as tecnicas de produçao de mudas: enxertia, estaquia, mergulhia, alporquia. No entanto, a brotaçao em si eh um fenomeno natural. Batata, cana-de-açucar, bambu, por exemplo, propagam-se espontaneamente por brotaçao (e tambem por sementes).

Mais

Remanescente florestal

Vegetaçao nativa que escapou do homem. Eh uma expressao usada em mapeamentos florestais. Em tais estudos a area total avaliada sera subdividida em: areas desmatadas, areas de regeneraçao (vegetaçao natural), remanescentes florestais (de vegetaçao nativa).

Mais

Sucessao ecologica

As florestas nao sao formadas duma unica vez tal como acontece num plantio realizado pelo homem. A formaçao ocorre sim em estagios. Cada estagio eh como se fosse um degrau. A densidade e diversidade de especies na floresta aumenta na medida que ela sobe os degraus. Ha 4 estagios: inicial, secundario inicial, secundario tardio, climax. As especies de plantas sao chamadas de: pioneiras → estagio inicial; secundarias → estagio secundario (inicial e tardio); climacicas → estagio climax.

As primeiras especies que surgem num terreno baldio (ou alguma area de cultivo abandonada), ou seja, as pioneiras, sao plantas que gostam de Sol pleno. Tendem a crescer com rapidez. Por produzirem uma vasta sementeira, conseguem tambem se propagar eficientemente. No Brasil, em decorrencia da atividade pecuaria, as pioneiras herbaceas (proximas de comunidades humanas) sao os capins (a maioria nao nativo).

Na medida que as pioneiras vao cobrindo a area, as sementes (do banco de sementes ou propagadas pelo vento e animais) de especies intermediarias em termos de intensidade luminosa começam a germinar e desenvolver. Nesse processo as herbaceas (exceto trepadeiras) irao perder terreno pras lenhosas, ja que arvores possuem raizes mais vigorosas.

Quanto mais a floresta fica sombria, tanto mais as especies intolerantes a Sol pleno conseguem germinar e se desenvolver. Inversamente, aquelas que requerem Sol pleno passam a morrer ou deixarem de se propagar. Esse estagio corresponde ao secundario. As arvores e trepadeiras caracterizam esse cenario florestal.

As especies que irao dominar essa floresta tropical recem-caracterizada serao as arvores de maior porte. Suas volumosas copas formarao o dossel. A diversidade de animais crescera junto a de especies vegetais. Configurando todo esse cenario, a floresta encontra-se entao no climax. Ira perdurar ate que ocorra alguma catastrofe florestal (intervençao humana, incendio, terremoto, enchente, etc).

Mais

Trepadeira

Trepadeiras sao plantas que utilizam outras plantas ou objetos (grades, cercas, treliças, paredes chapiscadas, etc) como suporte. Podem ser lenhosas ou nao. Trepadeiras lenhosas sao chamadas de cipos. Ja as nao lenhosas sao chamadas de trepadeiras herbaceas. Exemplo de cipo nativo: Bougainvillea glabra (Primavera). Exemplo de trepadeira herbacea nativa: Ipomoea cairica (Corda-de-viola).

Por serem flexiveis, bem como habeis escaladoras, conseguem cobrir vastas areas tanto vertical quanto horizontalmente. Em "Ashikaga Flower Park", Japao, existe uma trepadeira da especie Wisteria sinensis (chamada de Glicinia Centenaria) que cobre quase 2000m2.

Mais

Vegetaçao natural

Vegetaçao natural eh aquela onde ocorre a germinaçao espontanea de plantas, ou seja, sem intervençao humana. Pode ser constituida tanto por especies nativas quanto por nao nativas.

Essa expressao eh usada pra se referir a areas que estao em processo de recuperaçao (da intervençao humana), ou seja, que estao se regenerando naturalmente. Como a mata ainda nao se encontra totalmente recuperada pode haver especies nao nativas convivendo com as nativas. No Brasil diversas especies nao nativas (de capins, leguminosas, etc) tambem contribuem pra cobertura inicial de areas abandonadas pelo homem.

Num contexto de desastre ambiental (ou de reflorestamento) eh usada em consorcio com a expressao remanescente florestal.

Mais